top of page

PEACH FUZZ: A COR DO ANO DE 2024 SEGUNDO A PANTONE LEVANTA TANTAS DÚVIDAS, MAS NÓS IREMOS ESCLARECER


Foto: Pantone 


Olá! Seja muito bem vindo ao novo blog do Acoá Arquitetura! Iniciamos esse projeto com a intenção de compartilhar e mergulhar em temas que amamos e que nos instigam, sejam eles essenciais para qualquer interessado em arquitetura, decoração, design e afins, ou apenas porque nos geram curiosidade.


Com o início de um novo ano, todos os criativos que trabalham com cor já ficam intrigados pra saber qual cor a Pantone nomeará como “a cor do ano”. Estamos empolgados e intrigados em apresentar a Peach Fuzz. Na realidade, todo final e início de ano, a Pantone chama a atenção com o anúncio da próxima cor do ano. Mas afinal, quem é a Pantone? Quem decidiu que esse tom seria o destaque de 2024? Como? O que isso representa? O que podemos esperar? Tantas questões!


Foto: Pantone


Quem é a Pantone?


Provavelmente você já ouviu falar em Pantone, porém apesar de conhecerem, muitos não sabem nada sobre. Foi apenas na segunda metade do século XX que os designers começaram a se aprofundar no estudo das cores, percebendo as inúmeras possibilidades dentro do espectro visível ao olho humano. A Pantone foi fundamental na popularização disso.


Como identificar o azul Tiffany sem precisar dos valores exatos? A codificação de cores, como o sistema PMS (Pantone Matching System) criado pela Pantone em 1963, inicialmente com apenas 500 cores definidas,  possibilitou a replicação e comunicação precisa de uma ampla gama de tonalidades. Na época, o foco deles era produzir canetas coloridas, veja como diversificaram as suas atividades ao longo dos anos!


Caso você tenha interesse em algum conteúdo sobre os estudos e teorias das cores, comente, porque temos bastante para comentar disso! 


Foto: Smalltownfun para Flickr


Quem decidiu que esse tom seria o destaque de 2024?


Se inicialmente eram 500 cores catalogadas, hoje são mais de 10 mil, e esse valor cresce constantemente, graças ao Instituto de Cores Pantone, fundado em 1999. Este instituto analisa e projeta tendências relacionadas às cores, o que influencia áreas diversas, do design de interiores ao desenho de carros. Há 25 anos, sem falta, o Instituto nomeia a cor que ditará tendência no próximo ano, baseando-se em extensas pesquisas.


Foto: Genesis GV60


Como?


Cinema, destinos turísticos e eventos esportivos globais são alguns exemplos de influências para a escolha da cor do ano. Além disso, os pontos de interesse não se limitam à estética, buscando associar as cores a sentimentos e à cultura do momento, alinhados com os acontecimentos globais. Mas é curioso que os pesquisadores de tendência moram e trabalham em diferentes países, o que nos leva a crer na universalidade e abrangência da investigação.


Por um lado, achamos inevitável pensar que toda essa divulgação da Pantone poderia ser apenas uma grande estratégia de marketing, muito bem remunerada. Porém, os pesquisadores de tendências não estão vinculados à Pantone… Isso mesmo. Eles trabalham em escritórios, empresas e estúdios independentes. É uma união global de humor e atitude, refletindo desejos, anseios e necessidades das pessoas, e isso  impacta diretamente as escolhas de desenvolvedores e criadores de produtos.


O que isso representa? (Tá, mas e a Peach Fuzz?)


A cor de 2024, tom entre o laranja e o vermelho, simboliza cuidado, carinho e acolhimento. A vice-presidente da Pantone, Laurie Pressman, diz que é uma expressão da necessidade atual de cuidado, empatia, compaixão, imaginação e desejo por um futuro pacífico. Quando aplicamos essa explicação em paralelo com os acontecimentos de 2023, e até do período pós pandêmico, conseguimos enxergar sentido, o que transcende a mera tendência. Afinal, uma tendência não vem do nada, por mais que pareça surgir de um dia pro outro (e também temos conteúdo sobre isso, caso queira, é só comentar!).


Independentemente, com ou sem sentido, é certo que a escolha anual da Pantone representa grande influência sobre muitos projetos arquitetônicos recentes e futuros para os próximos meses. 


O que podemos esperar? 


Prepare-se para cada vez mais ver e ouvir sobre ambientes acolhedores, quentes, que buscam amplitude e claridade, e que resultam de pedidos por relaxamento e reflexão individual. Se você está em dúvida no seu projeto, o Acoá está de acordo com a escolha pela Peach Fuzz e seus tons semelhantes. Especialmente para espaços íntimos, como quartos e banheiros, mas também para aqueles onde se deseja ter intimidade, mesmo que em família ou amigos. Veja alguns projetos recentes que usam essa cor ou tons similares. 


Foto: projeto SR Acoá arquitetura


Foto: projeto NMT Acoá arquitetura


Foto: mesa Rows por Patricia Urquiola para Moroso


Foto: Fernando Laposse e Perrier-Jouët


Queremos saber sua opinião! Gostou da Peach Fuzz? Aplicaria no seu espaço? Devemos trazer mais conteúdos sobre cores ou tendências? Deixe seus comentários e compartilhe esse texto com quem você acha que pode se interessar pelo assunto, nos ajudará bastante!  Até o próximo post! Enquanto isso, não deixe de nos acompanhar nas nossas redes sociais, Instagram. Tik Tok e YouTube. Ah, e salve as nossas fotos nas suas pastas do Pinterest, estamos por lá também. @acoaarquitetura em tudo. Tchau! 




18 visualizações

١ تعليق واحد

تم التقييم بـ ٠ من أصل 5 نجوم.
لا توجد تقييمات حتى الآن

إضافة تقييم
الضيف
٣٠ يناير
تم التقييم بـ ٥ من أصل 5 نجوم.

Super informativo!

إعجاب
bottom of page